SP endurece bloqueios de trânsito até às 10h nesta terça (5)

Prefeitura intensifica medida para estimular a adesão ao isolamento social. Só ônibus e veículos de emergência vão trafegar nas vias fechadas

Apenas ônibus e veículos de serviços e saúde poderão circular nesta terça-feira (5), de 6h às 10h, em vias bloqueadas pela prefeitura de São Paulo. A ação faz parte de uma tentativa de desestimular a circulação de automóveis e aumentar a adesão ao isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus.

A taxa de isolamento social em São Paulo, medido pelo SIMI-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente), revelou que, no domingo (3), 59% das pessoas ficaram em casa. Os números divulgados no decorrer da semana, porém, mostraram um taxa de isolamento inferior a 50%, o mínimo definido pela gestão municipal como necessário para conter o avanço da pandemia. Prefeitura e governo do estado lidam com uma taxa ideal de 60% a 70%.

Os bloqueios serão montados no sentido centro, nas seguintes vias:

– Zona Sul: Av. Moreira Guimarães x Av. Jurema (interditando a Rubem Berta em direção ao centro), com bloqueio complementar na Rua Luís Góis;
– Zona Norte: Av. Santos Dumont x Av. do Estado (jogando tráfego para a pista lateral somente);
– Zona Leste: Av. Radial Leste x Vd. Bresser (jogando para pista lateral);
– Zona Oeste: Av. Francisco Morato x Av. Morumbi (somente faixa de ônibus na Francisco Morato e carros desviados para Av. Morumbi), Bloqueio complementar na Rua Sapetuba X Rua Martins.

Haverá também blitzes educativas, em outros três endereços, de 7h às 9h:
– Av Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 5241, na Vila do Encontro
– Av Santa Catarina,1523, na Vila Mascote
– Avenida Peri Ronchetti, altura do nº 900, na Cachoeirinha.

Trata-se de um endurecimento em relação que foi realizado na segunda-feira (4), primeiro dia de adoção dos bloqueios, realizados de 7h às 9h, com faixas interditadas, mas liberação do tráfego a todos os veículos.

Como reflexo, São Paulo registrou um pico de lentidão de 21 km às 8h. O número foi o mesmo registrado na segunda-feira (27), também às 8h, quando a cidade possuía apenas bloqueios de vias em caráter pedagógico.

Na ocasião, a CET  (Companhia de Engenharia de Tráfego) registrou 21 km na parte da manhã e 22 km às 18h30. O recorde de lentidão durante a toda quarentena ocorreu no dia 30 de abril, quando a cidade registrou 38 km às 18h30.

Por conta do avanço da pandemia do novo coronavírus, a CET passou a realizar o monitoramento da lentidão na cidade em parceria com o aplicativo Waze.

Com isso, a CET registrou maior índice de lentidão nos dias 22 de abril (com 19 km, às 8h, e 27 km, às 18h30), dia 24 (com 11 km, às 8h, e 25 km, às 17h30), dia 27 (com 21 km, às 8h, e 22 km, às 18h30), dia 29 (com 15 km, às 8h, e 21 km, às 18h30), dia 30 (com 17 km, às 8h, e 38 km, às 18h30) e dia 4 (com 21 km, às 8h).

Comente com Facebook