Doria será investigado por superfaturamento na compra de respiradores.

Senador Olímpio denuncia, “Foram apontados gastos muito acima em relação a outros estados”.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) de São Paulo abriu hoje um inquérito, para apurar aquisição de respiradores feita por João Doria (PSDB). 

Ao todo, foram comprados 3 mil respiradores com valor total de R$ 550 milhões

O senador Major Olímpio (PSL-SP), que é o autor da denúncia, afirma que os aparelhos teriam sido comprados sem licitação e com valor acima do mercado.

Declara Olímpio:

“Foram apontados gastos muito acima em relação a outros estados, exemplo dos adquiridos pelo próprio Ministério da Saúde e também pelos estados de Minas Gerais e Amazonas, na compra de respiradores. Isso gerou estranheza.”

Em nota, a Secretaria de Saúde do estado de São Paulo explicou que os respiradores foram importados da China, por meio de aquisição de uma companhia escolhida após pesquisa de mercado com oito empresas para encontrar as melhores condições de mercado.

O presidente do TCE-SP, Edgard Camargo Rodrigues, determinou que a 9ª Diretoria de Fiscalização obtenha a documentação relativa à compra com “máxima urgência” e autorizou que sejam feitas as diligências necessárias.

Comente com Facebook